Engenharia Genética e Biotecnologia

sábado, março 25, 2006

Frente de Combate


"Um estudo publicado na ‘Proceedings of the National Academy of Sciences’ de Ohio dá conta da descoberta de uma nova forma de combater o vírus da SIDA. O processo parece simples, se tivermos em conta que duas proteínas que habitualmente elaboram processos de reparação do ADN também podem destruir o ADN do HIV quando este ataca uma célula. Richard Fishel, um dos investigadores, afirma que a descoberta pode apontar para a criação de um novo medicamento capaz de melhorar os resultados obtidos com os actuais, que, não eliminando o HIV dos tecidos humanos, apenas neutralizam a sua energia e capacidade de propagação e multiplicação. O problema, evidentemente, está em determinar a forma como essas proteínas podem destruir o ADN do vírus, a fim de se poder avançar para a criação de um medicamento mais eficaz."

In: NS', Edição Nº11, 25 de Março de 2006

Uma questão de células

"No tratamento do cancro conseguiu-se agora obter um composto químico que causa a morte das células cancerosas sem danificar células normais ou saudáveis. Na sua base está uma molécula denominada ARC, que também possui a capacidade de inibir a formação de vasos capilares nos tumores. A equipa que desenvolveu este processo é da Universidade de Illinois e trabalhou cerca de 2000 compostos com possibilidade de actuarem no ciclo celular e de provocarem a morte das células cancerosas. Os resultados são animadores, pois entre 50 a 70 por cento das células malignas foram alteradas pelo ARC em menos de 24 horas, deixando em perfeitas condições as células normais."

In: NS', edição nº11, 25 de Março de 2006

quinta-feira, março 16, 2006

Impressões Digitais Genéticas

Hoje em dia, graças a uma determinada técnica da Engenharia Genética, chamada Impressões Digitais Genéticas (genetic fingerprints) já se pode reconhecer certos individuos com apenas um fio de cabelo, um pouco de sangue, etc. Esta técnica pode ser usada quando homens duvidam da paternidade do "suposto" filho, algum criminoso deixa vestigios seus na zona do crime,...
Cada indivíduo possui o seu proprio ADN, que é unico. Esta técnica consiste em submeter um pedaço de ADN a enzimas de restrição. o ADN vai-se fragmentar em porções de diferentes tamanhos e pesos moléculares. Estes vão ser sujeitos a eletroforese, que vão revelar um padrão de fragmentos de restrição que é unico em cada indivíduo, funcionando como um "codigo de barras" genético.

by: Diana Freitas, com recurso as aulas de Biologia

terça-feira, março 14, 2006

Nova arma contra Alzheimer


“Cientistas americanos e israelitas, da Universidade da Califórnia, criaram um composto (o AF267B) que tem como resultado reverter a perda de memória – pelo menos em testes realizados em ratinhos. O AF267B, criado para activar receptores de uma molécula conhecida como acetilcolina (responsável pela formação de memórias no cérebro), além disso, reduz também a formação de fragmentos e nódulos de proteínas encontrados em pacientes com a doença de Alzheimer. Até agora, os testes completos foram apenas realizados em ratinhos, mas os resultados da pesquisa, publicados na ‘Neuron’ são animadores.”
Já não há desculpa para o: "Ups, esqueci-me!!!"

in: NS' - Edição 09 - 11 de Março de 2006

domingo, março 12, 2006

Ainda há esperança para o Lúpus

Pela primeira vez, cientistas tiveram sucesso na localização de um gene que predispõe a pessoa ao lúpus eritematoso sistêmico (LES, ou lúpus), uma doença reumática auto-imune crônica. Os pesquisadores localizaram o gene próximo à grande cadeia do cromossomo humano 1 em caucasianos, asiáticos, e afro-americanos com lúpus. A identificação do gene vai favorecer novas descobertas sobre o porquê de as pessoas terem a doença, e deve ajudar os investigadores a desenvolver novos tratamentos e novas medidas preventivas.

adaptado de: http://www.geocities.com

sábado, março 11, 2006

Trangénicos e segurança alimentar: o que está em jogo?

Alimentos trangénicos são organismos aos quais foram adicionados genes de outra espécie, chamados organismos geneticamente modificados (OMG). Tudo isto para conferir caracteristicas, até aí inexistentes, como resistência a herbicidas, capacidade de produzir toxinas capazes de matar insectos que se alimentem da planta, acrescentar vitaminas a certos alimentos, etc.
Aumento da produção de alimentos, alteração do valor nutricional, desenvolvimento de espécies apenas com caracteristicas desejáveis, maior resistência ao armazenamento. Estas são apenas algumas das vantagens dos OMGs. Contudo, como cada moeda tem duas faces, nestes organismos não há só vantagnes. Aumento de alergias, maior resistência a antibióticos, desenvilvmento de ervas daninhas multiresistentes, eliminação de certas espécies são algumas das desvantagnes destes organismos. A contaminação dos solos é outro aspecto que tem gerado preocupação.
Concordo com a utilização de trangénicos, mas com peso e medida. Não se deve sair por aí a modificar tudo sem pensar no amanhã, nos efeitos a médio e longo prazo....nos efeitos que terão para nós, consumidores, e para o meio ambiente.

by: Diana Freitas

Sexo faz bem

"O biólogo português Ricardo Azevedo descobriu que o sexo contribui para uma maior robustês genética; ou seja, ajuda a criar uma maior resistência às mutações dos genes. De acordo como o estudo, os seres sexuados têm mais possibilidades de sobrevevência e de se conseguirem reproduzir. Esta é a grande vantagem em comparação com os assexuados, que, apesar disso, têm uma taxa de reprodução maior que a dos primeiros"

in: Nova Gente - Nº 1539 - Semanal de 13 a 19/03/2006

domingo, março 05, 2006

Cientistas induzem crescimento de dentes em galinhas

Cientistas da Universidade de Manchester, nos Estados Unidos, fizeram um estudo a comprovar que é possível activar genes de galinhas para induzir o crescimento de dentes. A pesquisa foi publicada numa edição da revista Current Biology. A descoberta pode ter aplicações na regeneração de tecidos humanos.
O estudo foi possível de o bico de uma galinha mutante chamada Talpid, morta há 50 anos, foi reexaminado, e uma arcada dentária completa foi encontrada. "O que descobrimos foram dentes similares àqueles dos crocodilos. Não por acaso, porque as aves são
os parentes vivos mais próximos do réptil", disse Mark Ferguson, cientista da universidade. Os pesquisadores queriam saber se a memória genética da ave - remontando há 80 milhões de anos, quando aves tinham dentes - poderia ser despertada. Então induziram o crescimento em galinhas normais, com sucesso.
Um dos pesquisadores, o professor Mark Ferguson, afirma que a pesquisa tem grandes implicações na compreensão do processo da evolução. Também teria aplicações na regeneração de tecidos, incluindo a reposição de dentes perdidos em humanos.


Adaptado de: http://noticias.terra.com.br/, 23 de fevereiro de 2006

Estudo: outros efeitos do Viagra


"O Viagra, medicamento indicado contra a disfunção eréctil, poderá ser usado como remédio na doença de Crohn, indica um estudo (...) publicado na revista médica britânica «The Lancet».
O estudo, da autoria de cientistas do University College, de Londres, refere além disso que a causa daquela doença de tipo inflamatório, que provoca úlceras nos intestinos, é diferente da que se julgava.
Segundo os investigadores, os afectados pela doença têm um sistema imunitário debilitado, incapaz de responder com eficácia a um eventual ataque bacteriano.
Até agora, os cientistas pensavam que a doença de Crohn era auto-imune, ou seja, em que o próprio sistema imunitário do organismo ataca o organismo, e que por isso devia ser tratada com medicamentos inmuno-supressores.
Os investigadores fizeram biopsias a doentes de Crohn e a pessoas que não tinham a doença e observaram que, no caso dos afectados, havia menos neutrófilos, um tipo de glóbulos brancos que o organismo produz para combater danos no intestino e na pele.
A descoberta demonstra que o sistema imunológico dos doentes de Crohn não funciona correctamente, ao não repararem facilmente os danos causados nos tecidos.
Ora, como nos doentes de Crohn o fluxo de sangue para as células danificadas é muito reduzido, um medicamento como o Viagra poderá acelerar a cura ao estimular o fluxo sanguíneo."

in:
http://www.portugaldiario.iol.pt, 2006/02/24 15:33

Vermes para estudar o estômago


Quem já se submeteu a uma gastroscopia ou um exame do género sabe como é desagradável a introdução dos tubos de exploração nas cavidades mais sensíveis do organismo. Pois bem, há boas notícias! Uma investigação europeia desenvolveu uma série de projectos tecnológicos que revolucionarão o mundo da medicina microsendoscópica. Trata-se de uma nova geração de pequenas máquinas autónomas, capazes de entrar nas zonas mais inacessíveis do corpo humano e mover-se nelas com o mínimo de incomodo para o indivíduo. Estas micromáquinas foram inspiradas em pequenos animais, como insectos, lagartas, enguias, etc., seres capazes de se movimentar em meios molhados e sobre materiais asólidos e semi-sólidos, muito semelhantes ao nosso corpo. de momento, estes pequenos "vermes" são penas protótipos que os investigadores estudam para ver como actuarão no nosso organismo.

Adaptado de: Super Interesante, nº 25 - Março 2006

sábado, março 04, 2006

Vacina Universal


"Um grupo de cientistas europeus (com ligações a laboratórios e universidades da Suécia, Holanda, Inglaterra e Bélgica, e coordenado pela Arexis AB, sueca) está envolvido num projecto de pesquisa destinado a criar a primeira vacina universal contra a gripe, utilizável no cobate a todas as variedades do virús, incluindo a gripe das aves. A linha de investigação é financiada pela Comissão Europeia e o objectivo, a longo prazo, é a irradicação de todas as infecções por gripe. Nenhum 'atchim' será permitido."

in: NS', edição nº 6 - 18 de Fevereiro de 2006

Bate, bate coração

"Um grupo de cientistas ingleses criou um software que consegue manter o coração a funcionar durante uma cirurgia de bypass. Até agora, o sangue era bombeado graças a uma bomba artificial. A novidade, publicada na New Scientist, esta na sincronização dos movimentos do equipamento robótico com os batimentos do coração, o que torna a operação menos agressiva"

in: Nova Gente, Nº 1538 - semanal de 06 a 12/03/2006

Engenharia Genética e Biotecnologia




Engenharia Genética é o termo utilizado para descrever algumas técnicas modernas de biologia molécular. De uma maneira geral, esta engenharia envolve amanipulação dos genes de diferentes organismos.
A biotecnologia envolve a manipulação organismos, células ou moléculas biológicas com aplicações específicas.


by: Diana Freitas